sexta-feira, 18 de maio de 2012

Você escolheu esperar? Eu não!


Primeiramente esse texto não é para ofender/criticar o Nelson do movimento EEE, muito pelo contrário; é um desabafo a esses meninos e meninas que estão esperando o príncipe e a princesa do Senhor.

Vou citar aqui 3 motivos que eu discordo da afirmação eu “Escolhi” esperar.

1º - Esperar em Deus não é obrigação, é um princípio de obediência:

“Se vocês me amam, obedecerão aos meus mandamentos - João 14:15”

A “prova” de amor a Cristo não é uma profissão oral, mas uma obediência viva. Se a nossa “espera” em Deus é pra ganhar alguma recompensa (o namorado ou a namorada do “Senhor”), isto está longe de “esperar”, mas sim, barganhar com Deus. Muitos têm buscado essa “espera” em Deus pra ganhar alguma recompensa, e como citei acima; vai virar uma obrigação, uma rotina sem nexo que não trará paz ao seu coração.

2º - Quando a “espera” se torna um martírio:

“Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto. É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir - Eclesiastes 5:4-5”

“Se um de vocês fizer um voto ao Senhor, ao seu Deus, não demore a cumpri-lo, pois o Senhor, o seu Deus, certamente lhe pedirá contas, e você será culpado de pecado se não o cumprir. Mas se você não fizer o voto, de nada será culpado. Faça tudo para cumprir o que os seus lábios prometeram, pois com a sua própria boca você fez, espontaneamente, o seu voto ao Senhor, ao seu Deus - Deuteronômio 23:21-23”

Fazer o voto de “Esperar em Deus” por si só é muito fácil, difícil é cumpri-lo em uma sociedade onde o “ficar” está na moda, e se você não “fica” é careta. Mas esse nem é o X da questão, o problema maior que eu vejo nos jovens evangélicos é esse “martírio”, o “sacrifício” de “esperar” a recompensa. E nisso muitos se vangloriam dizendo: “Eu escolhi esperar”, mas tome cuidado, pois essa “escolha” não é uma virtude. Virtude é a escolha feita por obediência a Deus, e não por mera obrigação.

3º - Qual a nossa satisfação em Deus pela Espera?

“O meu corpo e o meu coração poderão fraquejar, mas Deus é a força do meu coração e a minha herança para sempre - Salmos 73:26”

“Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai- vos - Filipenses 4:4”

Se durante a sua “espera” Deus lhe dizer um NÃO bem GRANDÃO, a sua satisfação n’Ele será a mesma? Sua “espera” em Deus é por aquilo que Ele tem pra sua vida ou por aquilo que VOCÊ quer que Ele faça? Sua “espera” em Deus gera renúncia?

“Deus é mais glorificado em nós quando estamos mais satisfeitos nele” – John Piper

Só que, não estou dizendo pra você sair por ai pegando qualquer um (a), NÃO; muito pelo contrário. Como citado lá em cima, pra mim “esperar é obediência”. Jesus disse que quem O ama obedece a seus mandamentos, e é assim que eu devo “esperar”, porque eu O amo, e sei que ELE vai ter o melhor pra mim em todas as áreas da minha vida.

Eu “não escolhi esperar”, eu Obedeço esperar e mais do que isso, descansar em Deus. E isso gera renúncia, sem renúncia não há espera e muito menos obediência.

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em tudo, pela oração e súplicas, e com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus.
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os seus corações e as suas mentes em Cristo Jesus - Filipenses 4:6-7”

@Faysonmerege

9 comentários:

  1. Fayson, concordo com você em relação ao posicionamento atual dos cristãos e a forma como essa "escolha" tem sido feita, mas ao meu ver, a obediência também é uma escolha. Em todo tempo e para todo e qualquer assunto Deus nos dá direcionamentos, mas também nos da o direito de escolher obedecer ou não, e é claro, arcar com as consequências dessa escolha.
    Em verdade acredito que boa parte dos cristãos obedece por obrigação e não por amor e por terem entendido o que Deus realmente esperava deles... e isso para todas as áreas. São poucos os que de fato buscam entender e viver a profundidade do evangelho. Desta forma, seria pedir muito esperar que no que diz respeito aos relacionamentos a escolha fosse baseada em obediência por amor.
    Sendo assim, escolho obedecer e, portanto, esperar. ;)
    @caromenezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo Carol,
      Obediência "também" é uma escolha, mas só obedece quem ama. E infelizmente não temos como sondar os corações de quem o faz, cabe a cada um conhecer a si mesmo!

      Excluir
  2. Querido aprecio a sua inciativa em escrever um texto como esse. Dedicar-se a redigir cuidadosamente seu artigo. Aprecio a iniciativa das pessoas que com boas intenções (ou não) sempre escrevem citando o nosso trabalho. Acho válido, e no seu texto achei muito bacana.
    Infelizmente muita gente emiti um parecer, sem nunca ter ouvido o que EU (Nelson) falo, ensino e exorto sobre o tema. Seria muito bacana, e você está convidado a participar de um dos nossos encontros e assim entender melhor o que EU entendosobre a experiência de obediencia, amor e devoção.
    A vida é feita de escolhas. E muitas das escohas são pessoais. inguém é obrigado a obedecer a Deus. Eu (ninguém pode escolher por mim) escolho (opcional) obedecer, esperar, amar, santificarme, todos esses ítens são mandamentos, mas isso não quer dizer que todos os cristãos o façam, e até um neófito sabe disso. É uma questão de escolha. Fica parte do meu registro e meu convite, para que nos conheça melhor, em uma próxima oportunidade. Desejo as mais ricas bençãos sobre ti e todos que me lerem. Uma linda semana.
    Nelson Junior, pastor e coordenador do #EEE

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi vos que me escolhestes, mas eu escolhi a vós,
      A Bíblia discorda em alguns pontos com vc....inclusive naquele que "quem me ama guarda meus mandamentos"

      Excluir
  3. OLÁ, ADICIONEI SEU BANNER NO MEU BLOG, SE TIVER INTERESSE EM FAZER PARCERIAS, CÓDIGO LÁ NO BLOG! DEUS ABENÇOE! http://jeovanaoeopai.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Belo artigo... Deus levanta "ministérios" para fazer a diferença no século atual. Como sabemos, tudo coopera para aqueles que amam a Deus, e nada acontece sem que Deus permita.
    O "ministério" EU ESCOLHI ESPERAR, foi um modo que Deus permitiu para que muitos jovens entendessem a maneira correta de esperar no Senhor, como sabemos, a atualidade e as coisas desse mundo tencionam a "confundir" as idéias e pensamentos de "nós" servos de Cristo, quanto mais os jovens, que estão em uma idade de tudo descobrir.
    Eu descordo do "anunciante" desse artigo só pelo fato de não compreender os planos de Deus nesse ministério que foi levantado, Deus tem feito coisas maravilhosas em nosso tempo, e tem levantado ministérios abençoados para fazer a diferença nesse século.

    "Se não é para fazer a diferença, seja igual aos outros".

    Não basta ser Cristão, temos que ser O CRISTÃO, sermos loucos por Cristo como Ele foi por nós, temos que entender que temos uma sensibilidade muito grande em criticar certos lideres, porém apoia-los é mais complicado...
    Que tal fazermos como está escrito lá em Mateus 7, antes, tiremos a viga que está em nosso olho, para depois ajudar nosso irmão a tirar a viga que está em seu olho.

    Fiquem na paz!

    ResponderExcluir
  5. Eu escolhi esperar e acredito que está seja a vontade de Deus, já que tudo tem seu tempo!

    ResponderExcluir