segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Que eu nunca perca a fé.

Salve galera, faz muiiiiiiiiiiito tempo que não apareço por aqui!

Bom, como todos sabem, dia 12 foi o "dia das crianças". Embora eu seja um crítico e pense que nem todas as crianças possam receber um "feliz dia das crianças" (mas isso por N consequências). 

Ser criança é viver um mundo onde os adultos não conseguem viver, enxergar e pensar; pois é preciso 3 princípios básicos que elas, e só elas; as crianças tem: Pureza, inocência e humildade.

Ser criança é uma brincadeira sem fim.

No último dia 11/10 foi realizado o "Dia das crianças com os Garis" na cidade de Ponta Grossa, no meu projeto "Compartilhando Experiências / Construindo Sonho". 

A ideia era entregar diretamente para as crianças, porém não tinha como reunir todas as crianças. Foi feito então após o expediente deles, ás 15h. Os presentes foram entregues a cada pai/mãe e através deles levado ao seus filhos (as)e aos netos (as)até 13 anos.

Hoje, dia 15/10 recebi comentários que as crianças adoraram os brinquedos.

Não tem como eu colocar em palavras como foi no dia da ação, mesmo entregando os presentes aos pais me senti emocionado. Ao ver o sorriso e até as lágrimas deles é algo que me foge as palavras. Viver com eles essa experiência diária me cura desse mundo egoísta, e me faz acreditar que o bem vence o mal.

Junto com alguns amigos conseguimos comprar 50 brinquedos e roupas para as crianças que tinham menos que 1 ano, além de montarmos 50 saquinhos com balas, pirulitos e guloseimas e 63 pirulitos de chocolate. 

Eu sou grato a Deus pela oportunidade e privilégio que tenho de ter esse trabalho/projeto com os garis de Ponta Grossa, pessoas que são invisíveis por estarem com um uniforme LIMPANDO as ruas das nossas cidades.

O amor não irá florescer a menos que cada um procure demonstrá-lo de maneira prática.

Como expressão afeição?
Em Romanos 12:10 Paulo nos exorta: "Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal". Em outras palavras, amemo-nos de maneira franca e objetiva, dando demonstração desse amor, abracemo-nos uns aos outros. Cumprimentemos as pessoas demonstrando que nos alegramos de estar com elas, expressemos verbalmente a nossa decisão de amá-las. 



Quanto vale seu tempo? Quanto vale sua vida?

Que eu nunca perca a fé em Deus, que eu nunca perca a fé na vida, nem no amor, nem nas pessoas. Que jamais eu perca a alegria de viver, que meu sorriso não se apague, mesmo sabendo que as dores são inevitáveis. Mesmo que elas doam tanto, que eu saia delas com leveza e com grandes lições. Que eu sempre tenha por perto pessoas que queiram caminhar comigo, que minha família seja sempre meu porto. Que eu tenha sempre pra onde voltar quando os caminhos tornarem-se escuros. Que eu tenha sempre esperança e força pra vencer. Que eu nunca me perca de mim, que eu nunca perca a memória. E que o amor Deus venha a me constranger todos os dias renovando minha fé e esperança.

2 comentários:

  1. Acho muito lindo o seu trabalho com os garis, e fico alegre porque Deus está sendo glorificado por meio deste trabalho!

    ResponderExcluir
  2. Amados, entrei no seu abençoado blog, e verifiquei que aqui há vida, e que o amor de Jesus impera.
    Dou-lhe os parabéns por este belo blog, que é mais uma ferramenta para levar a Palavra de Deus.
    Tenho um blog que fazia gosto se o conhece-se, O peregrino e servo.
    Também ficaria honrado se fizesse parte dos meus amigos virtuais.
    Decerto que irei retribuir.
    Fique na paz de Jesus.
    António Batalha.

    ResponderExcluir